quinta-feira, 16 de maio de 2019

Semana dos Museus: atividade especial com o Museu Biológico

Na Semana dos Museus, participamos de uma atividade especial do Museu Biológico do Instituto Butantan, "Museus como núcleos culturais: o futuro das tradições", teve como objetivo abordar os acidentes com animais peçonhentos e conteúdos relacionados.

Durante a atividade, foi relatado os acidentes com animais peçonhentos que alguns participantes já haviam sofrido. Muitas histórias, algumas com dor e outras engraçadas, foram relembradas em um clima muito descontraído. Alguns mitos e verdades sobre o que fazer após ser picado foram confirmados ou desmitificados. Será que beber cachaça após uma picada de cobra ajuda? Descobrimos que não. Aliás, pode atrapalhar e muito no diagnóstico médico. Por isso, sempre que algum acidente com animal peçonhento acontecer, lave o local com água corrente e sabão e vá para o hospital público mais próximo.


Visitamos o Museu Biológico também! Sucesso!


 

 

Por: Milena Olegario - Assistente do Projeto

terça-feira, 14 de maio de 2019

Aprendendo mais sobre Pilates com FOFITO

Na reunião de segunda, 13, contamos com a presença da equipe de estagiários da FOFITO (Faculdade de Fonoaudiologia, Fisioterapia e Terapia Ocupacional da USP) para conversar conosco sobre um tema. Dessa vez, conhecemos ainda mais o pilates.


Pilates é uma atividade física que possui exercícios de baixo impacto que podem ser ótimos para o pessoal da terceira idade! Possui duas modalidades: pilates solo (com ou sem ajuda de instrumentos) e pilates de aparelhos. Cada modalidade possui níveis, começando no mais suave e aumentando gradativamente sua dificuldade, de acordo com o desempenho, capacidade e limitação do aluno.

Para quem esta pensando em iniciar essa atividade, é necessário atentar-se a alguns pontos:

- O professor/instrutor que irá orientar o aluno deve ter formação na área, sendo que o mínimo de formação para quem é especialista em pilates é de 2 anos;
- É importante escolher um bom local e professor/instrutor. Converse com quem pratica e informe-se sobre as possibilidades;
- Sempre que for realizar os exercícios, faça-os na presença do professor/instrutor;
- Consultar um médico para checar se esta liberado a realização da atividade e se você possui alguma limitação que deverá ser passada ao professor/instrutor;
- Tire todas as suas dúvidas com os profissionais (o seu médico e com o futuro professor/instrutor).




Por: Milena Olegario - Assistente do Projeto

segunda-feira, 13 de maio de 2019

Bioética: o controle a experimentação com animais no Brasil

Você já pesquisou a frase "experimentação animal" no Google Imagens? As imagens que aparecem após realizar a pesquisa, não são muito agradáveis... E nos faz questionar se é de fato daquela forma que são realizados os experimentos científicos. Para falar sobre esse tema importante e entender o que de fato ocorre em um laboratório, convidamos José Ricardo Jensen que é pesquisador científico no Laboratório de Imunogenética do Instituto Butantan.

Ricardo compartilhou conosco os aspectos históricos e a percepção das pessoas sobre esse assunto. Ainda pudemos saber mais sobre a Lei Arouca, criada em 2008, que trata especificamente o uso de animais em ensino e pesquisa. Existe um Código de Ética que deve ser seguido em um laboratório que preza pelo bem estar, na medida do possível, do animal.

É importante compreender que as imagens que aparecem no Google não é o que ocorre de fato em um laboratório regulamentado e que segue as regras que são predeterminadas.

Por: Milena Olegario - Assistente do Projeto

quarta-feira, 8 de maio de 2019

A Lua e seus encantos

Na manhã de hoje pudemos conhecer mais sobre aquela (ou aquele, para alguns povos...) que sempre podemos ver: a Lua! Uma palestra para conhecer mais sobre sua história, como as pessoas entendiam seu significado. Assistimos, também, o primeiro filme de ficção científica que é dedicado a Lua.

O filme "Viagem à Lua [Le voyage dans la lune, em francês]" é de 1902 e teve direção de Georges Méliès. No decorrer do filme, podemos entender a percepção das pessoas da época sobre a Lua e como eles imaginam que era a "vida" lá.

Quem conversou com o grupo sobre esse tema tão bacana e interessante foi a Ester Ely, colaboradora do Instituto Butantan e parceira do grupo.





segunda-feira, 6 de maio de 2019

Nem ruim da cabeça nem doente do pé - Dançando gafieira!

Hoje tivemos a segunda parte da aula de samba de gafieira com o David Pires, que trabalha na Bioinformática do Instituto Butantan e fora do IB participa de um grupo com aulas de dança. Sucesso!





quinta-feira, 2 de maio de 2019

CMI está no site do Instituto Butantan

O projeto Circuito Butantan da Maior Idade pertence ao Instituto Butantan desde 1 de agosto de 2016. Com quase 3 anos de projeto, já realizamos diversas atividades sempre focando na saúde integral da pessoa com mais de 60 anos. O responsável pelo desenvolvimento das atividades é o Centro de Ensino - Núcleo de Difusão do Conhecimento, que conta com uma equipe que super apoia o projeto. Por isso, estamos inseridos também no site do Instituto Butantan. Para nos achar é muito fácil: 
1 - Clique nesse link: http://www.butantan.gov.br/;
2 - Acesse o card "Ensino";
3 - Na barra lateral (ao lado esquerdo), clique em "Programas e eventos";
4 - Desça a página e encontre mais informações sobre nós! :)

terça-feira, 30 de abril de 2019

O CMI esta de cara nova!

O Circuito Butantan da Maior Idade é um grupo destinado a pessoas com mais de 60 anos e possui como foco contribuir no enriquecimento cognitivo do idoso. E outro detalhe importante do nosso grupo é o acolhimento que ele promove. Quem vem ao grupo, seja como participante ou palestrante/colaborador quer voltar! 

Pensando nisso, foi desenvolvido por Carolina Avancini e Ailson Taveira, designers gráficos do Instituto Butantan e super parceiros do grupo, um novo logo para o projeto. A nova cara é o que o grupo transmite: um abraço acolhedor!