quinta-feira, 11 de abril de 2024

Práticas meditativas e qualidade de vida

Em mais um encontro presencial do Circuito Butantan da Maior Idade, o tema foi práticas meditativas e qualidade de vida, ministrada pela professora de Mindfulness, Maria Valéria. 
A Val, como prefere ser chamada, provocou bastante quem esteve presente e botou todo mundo para refletir. Ela falou sobre o passado, presente e futuro, também explicou sobre o que é meditação e o Mindfulness. Fora isso, ela fez uma prática meditativa no início e no encerramento da sua fala.
Após o momento de reflexão, teve o momento de confraternização onde teve comes, bebes e muitas risadas.



segunda-feira, 8 de abril de 2024

Higiene do sono & Sarcopenia e fisioterapia

Nas primeiras meia hora de reunião, o estagiário Marcelo Soncini Bueno Filho falou sobre o sono e a sua higienização. A higienização do sono são práticas adotadas para melhorar as noites dormidas, sendo possível melhorar a qualidade do sono. Na sua fala, Marcelo apresentou algumas técnicas para se ter uma noite bem dormida.
Após a fala sobre, quem apresentou foi a Angela Baroni e a sua equipe de fisioterapia do Centro de Saúde Escola Samuel B. Pessoa, eles falaram a sarcopenia e a fisioterapia. Tal condição é caracterizada pela perda massa muscular em pessoas idosas. Os fisioterapeutas explicaram sobre a importância do ganho de músculos e como ganhar com academia ou atividades do dia a dia.
Nas duas reuniões as participantes puderam participar e contribuir para o andamento de ambas palestras.








quinta-feira, 4 de abril de 2024

O perigo do autodiagnóstico

Com diversas e variáveis informações espalhadas pelos sites e buscadores na internet, é comum pesquisar sintomas de alguma doenças emocionais ou procurar o que é o desconforto que está sentindo, mas existe um erro nisso. O diagnóstico em psicopatologia é complexo e difícil de fechar, e para falar sobre isto, o estagiário do CMI, Marcelo Soncini, trouxe mais informações e exemplos.
Foi dito como os sintomas se misturam e aparecem em mais de uma doença, como pode-se chegar a conclusão para se fechar um laudo, também foi explicado sobre o trabalho multidisciplinar para que se torne possível um diagnóstico psicopatológico.
O estagiário também falou sobre não demonizar os tratamentos medicamentosos, e sobre não estigmatizar a pessoa que foi diagnosticada com alguma patologia.
Quem esteve presente também deixou suas dúvidas e contribuições que foram respondidas e comentadas.



segunda-feira, 1 de abril de 2024

Redes sociais e algoritmos: Por que vemos o que vemos na internet?

Para acessar as redes sociais basta ter um celular em mãos, mas tendo um notebook, computador ou até mesmo um relógio é possível ter acesso as suas contas, entretanto, tem que ter responsabilidade sobre o que posta. Uma outra via perigosa na internet são os algoritmos, pois eles vigiam nossa navegação pelos sites e nos guia em como navegar por este mundo vasto. Bruno Ferreira do Instituto Palavra veio no grupo para nos explicar mais como é o funcionamento das redes e dos algoritmos.
De introdução ele perguntou para o motivo delas estarem nas redes sociais, seja Facebook, WhatsApp, Instagram ou qualquer outra existente e logo em seguida falou sobre o funcionamento e para que elas servem. Logo após, ele falou sobre os algoritmos e as formas de conseguir escapar deles. A reunião foi dinâmica e quem esteve presente pode perguntar durante a palestra ou debater.





quinta-feira, 28 de março de 2024

História do Dia Internacional da Mulher

Março é o mês das mulheres, e isso se dá ao fato de no dia 8 do mesmo mês é comemorado o Dia Internacional das Mulheres. Mas como surgiu esse dia? Para nos contar toda esse luta, trouxemos o estudante de história, João Victor Suavi.
Primeiramente o palestrante falou sobre um pouco sobre a mulher na sociedade ao longo dos séculos e deu exemplos de mulheres importantes para a história e em que época viveram. Após essa introdução, ele falou dos acontecimentos em diversas partes do mundo, tais como nos EUA e Rússia, além do incêndio na fábrica da Triangle shirtwaist Company e também do movimento Sulfragista. Falou da luta no Brasil e também da oficialização do dia 8 de Março como o Dia Internacional das Mulheres.
Após o encerramento da palestra, foi aberto uma roda de conversa para que quem estivesse presente pudesse fazer suas considerações acerca do tema e também tirar dúvidas.
Fica o nosso agradecimento ao João por ter disponibilizado seu tempo para estar conosco.






segunda-feira, 25 de março de 2024

Distúrbio do sono: Narcolepsia e outras alterações

Hoje recebemos o médico neurologista do Hospital do Idoso de Curitiba e corpo clínico da Hilab, o Dr.Guilherme Pozzolo. Ele nos explicou o que é a Narcolepsia, um distúrbio raro do sono, no qual ele próprio teve apenas dois casos em todos os seus anos de atuação médica.
O médico explicou sobre não ser fácil em chegar em um diagnóstico de Narcolepsia, pois existem outros problemas de saúde em que podem se assemelhar com os sintomas do distúrbio, por isso a importância do diagnóstico diferencial. Uma hipótese diagnóstica pode estar relacionada com problemas cardíacos, hipoglicemia, problemas na tiroide ou algo relacionado a convulsões e epilepsias.
Além de falar de causas que podem star ou não relacionadas com a Narcolepsia, o Dr.Guilherme também falou sobre formas de tratamento da alteração do sono, ele também tirou todas as dúvidas que as participantes tiveram.



quarta-feira, 20 de março de 2024

Cognição: Uma introdução à cognição, memória e plasticidade PT2 & A atuação da fisioterapia nas dores agudas, subaguda e crônicas

O psicólogo Horácio Fernandes deu continuidade na sua palestra iniciada na semana passada. Ele revisitou os tópicos apresentados anteriormente e também apresentou novos conceitos, além de realizar uma brincadeira de memorização com as participantes. 
Além da reunião com o Horácio, também recebemos a Angela Baroni e a sua equipe de fisioterapia para desta vez falarem sobre como a fisioterapia pode atuar nas dores agudas, subagudas e crônicas. Foi passado dicas de como amenizar algumas dores por métodos caseiros, além também de terem falado sobre casos mais recorrentes e difíceis de cuidar. Aconteceu também um tempo para a realização de dúvidas por parte das participantes.
Fica o nosso agradecimento para toda equipe de fisioterapia.